EAD

Por que o UNIFAA optou pelo Grupo A como parceiro único edtech

0

O Centro Universitário de Valença (UNIFAA) atua há mais de meio século no sul do estado do Rio de Janeiro. Além da sede em Valença, tem sete polos espalhados pela estado – em cidades como Petrópolis e Volta Redonda – atendendo cerca de 4 mil alunos.

Com larga experiência na modalidade presencial, a IES decidiu dar um novo passo em 2018, ao lançar dois cursos de EAD. O portfólio inicial era pequeno, mas a ambição era grande de estruturar uma operação de qualidade em educação a distância.

Em um primeiro momento, a ideia era crescer aos poucos. O que levou o UNIFAA a apostar na produção interna de conteúdo. Só que o portfólio EAD em poucos meses cresceu para 22 cursos. A expansão abriu espaço para, entre outros coisas, incorporar a educação virtual na rotina dos alunos de cursos presenciais.

Em consonância com as principais tendências da educação, que apontam para uma hibridização cada vez maior do ensino, o UNIFAA criou alguns cursos semipresenciais em 2019. Nesse caso, os alunos estudam por meio de uma combinação dos dois universos, online e offline.

Quero ser parceiro do Grupo A!

O projeto Aula Mais, por exemplo, disponibiliza um ambiente virtual de aprendizagem (AVA ou LMS, na sigla em inglês) para as graduações presenciais. Assim, passou a ser possível trabalhar a educação virtual em sua totalidade. Aproveitando a tecnologia para incrementar os processos de aprendizagem – independentemente da modalidade.

Com esse tamanho, já não era mais viável produzir o próprio conteúdo. “Todos os cursos já estavam bebendo da fonte do EAD. Isso gerou a necessidade de novas parcerias para que a gente pudesse avançar com velocidade e qualidade”, lembra o pró-reitor de EAD do UNIFAA, Márcio Martins da Costa.

Acesse a Central Coronavírus para IES do Grupo A:

A escolha do Grupo A

É nesse momento que o Grupo A entra em cena e se torna parceiro único no fornecimento de tecnologias educacionais para o UNIFAA. Hoje, a instituição fluminense utiliza recursos como a plataforma de gestão de conteúdos da Sagah, o AVA Blackboard Open, o sistema de avaliação Avalia, o Intelliboard e a ferramenta de webconferências Collaborate.

“Nosso desafio era muito grande. Tínhamos em mente uma expansão sustentável. Onde os indicadores de retenção de alunos seriam potencializados pela qualidade da oferta de material didático e recursos humanos. Por isso tomamos a decisão de estar com uma empresa parceira com know how no mercado EAD”, explica Marcio Martins.

Com necessidades bem claras, o UNIFAA mapeou o setor e não teve dúvidas ao optar pelo Grupo A Educação. Além da expertise no desenvolvimento de tecnologias educacionais, pesou na decisão a capacidade da empresa em dar suporte para o projeto da IES fluir.

Isso seria realizado com uma série de parceiros, é verdade, mas a escolha por um fornecedor único foi uma decisão muito bem pensada. Segundo Marcio Martins, a estratégia visava facilitar a integração entre os sistemas. Os portais do aluno e do professor, por exemplo, estão totalmente incorporados às ferramentas do Grupo A.

Outro ponto a destacar é o atendimento. “Com um parceiro único, conseguimos concentrar as energias para que o processo aconteça de forma mais organizada. E temos um atendimento personalizado, com um gerente de conta próximo para resolver problemas que porventura possam aparecer”, completa o pró-reitor de EAD do UNIFAA.

Ciente de que toda parceria precisa ser um processo de ganha-ganha, o Centro Universitário preparou uma carta elencando os propósitos da parceria que estava sendo firmada. A intenção era que os objetivos contemplassem os dois lados – Grupo A e UNIFAA. Estava tudo pronto para seguir adiante.

Quero ser parceiro do Grupo A!

A implementação e os primeiros resultados

Antes de qualquer coisa, gestores, coordenadores, professores, tutores e alunos do UNIFAA receberam capacitação para as ferramentas recém-contratadas. Além disso, cada etapa foi alinhada entre os parceiros, com escopos e mapeamento prévio dos desafios. A operação iniciou no primeiro semestre de 2020.

Embora esteja em fase inicial, o projeto corre como esperado. Os primeiros frutos dessa parceria entre UNIFAA e Grupo A, inclusive, já começam a aparecer. Os alunos relatam satisfação com a interface do AVA – onde houve incremento no número de acessos diários. E elogiam o Colaboratte, a ferramenta de webconferência. Os professores, por sua vez, comemoram a facilidade para navegar em uma plataforma mais amigável.

Mas o UNIFAA quer mais. Quer se estabelecer como um grande case de educação digital no Brasil. Com crescimento estruturado a partir de uma base sustentável. Em resumo, a médio e longo prazo, a ideia é proporcionar uma educação transformadora. A partir da inclusão de mais alunos no ensino superior.

“Estamos inseridos em uma região de pouco acesso ao ensino superior. Com novos cursos e produtos, e a qualidade adquirida junto ao Grupo A, queremos democratizar a educação. Isto, a ponto de aumentar o percentual de alunos que acessam o ensino superior na região sul do Rio de Janeiro. Além de transformar suas vidas”, completa Marcio Martins.

Natália Collor
Natália é Jornalista e atua na Inteligência de Mercado do Grupo A

    You may also like

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.