Sobre livros

Psiquiatria Dinâmica em pauta

0

Atualizada com base nas novas categorias do DSM-5, a quinta edição de Psiquiatria Psicodinâmica na Prática Clínica chega revisada, mas mantendo o foco nas necessidades e complexidades específicas de cada indivíduo, com o objetivo de melhorar sua utilidade e compreensão.

O termo psiquiatria psicodinâmica se refere, em geral, a uma abordagem calcada na teoria e no conhecimento psicanalíticos. A atual teoria psicodinâmica tem sido vista como um modelo que explica os fenômenos mentais como oriundos do desenvolvimento do conflito.

Cada capítulo foi atualizado para incluir mudanças na conceituação do diagnóstico e novas pesquisas.  A primeira seção traz os princípios básicos e o tratamento, a segunda parte aborda as dinâmicas aos transtornos do DSM-5 – Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais.

Acima de tudo, segundo o autor, Glen Gabbard, a psiquiatria psicodinâmica é um modo de pensar – não apenas a respeito do paciente, mas também sobre si próprio na relação interpessoal entre o paciente e o terapeuta. Para entender a essência da psiquiatria dinâmica é importante utilizar a seguinte definição: a psiquiatria psicodinâmica é uma abordagem do diagnóstico e do tratamento caracterizada por um modo de pensar a respeito do paciente e do clínico que inclui conflito inconsciente, déficit e distorções de estruturas intrapsíquicas e relações objetais internas, e que integra esses elementos com achados contemporâneos das neurociências.

Outro princípio básico é o de que as experiências da infância são cruciais na personalidade adulta. Gabbard defende que a etiologia e a patogênese estão vinculadas a eventos da infância na ótica dinâmica.

Dividido por duas sessões e 19 capítulos, a publicação aborda os princípios básicos e as abordagens de tratamento.

Segundo o autor, o papel do psiquiatra dinâmico na psiquiatria contemporânea amplia o conhecimento especializado do clínico, ou seja, uma vantagem real da abordagem dinâmica é sua atenção ao papel desempenhado pelos fatores de personalidade na doença.

O autor apresenta, também, as quatro estruturas teóricas da psiquiatria dinâmica contemporânea: psicologia do ego; teoria das relações objetais; psicologia do self e, por fim, a teoria do apego.

Psiquiatria Psicodinamica_completo

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.