Sobre livros

Neuropsicologia do desenvolvimento

0

As formas como as questões neurológicas e psicológicas afetam o desenvolvimento de crianças e adolescentes são exploradas na obra Neuropsicologia do desenvolvimento. O livro aborda as capacidades cognitivas e neurológicas das crianças, apontando em quais idades cada habilidade é desenvolvida, e como é possível detectar dificuldades nessas habilidades.

Por exemplo, os primeiros sinais da memória de trabalho e do controle inibitório surgem entre 7 e 8 meses de idade. Os precursores da teoria da mente surgem aos 6 meses, com a capacidade de distinguir entre objetos inanimados e animados. Com um ano ou um pouco mais, as crianças começam a representar a percepção de um objeto e a acompanhar ativamente o olhar de uma pessoa para um objeto. A idade pré-escolar, antes dos seis anos, é crucial no aprendizado, por se tratar do momento em que se adquire capacidades importantes para o desempenho escolar.

Na obra, os autores apresentam dois sistemas de aprendizado complementares: o controlador pré-programado e o Sistema Atencional Supervisor (SAS). O primeiro é utilizado em respostas automáticas, fornecendo um controle de ações simples ou bem aprendidas, também denominadas esquemas. Já o SAS é acionado na realização de tarefas novas ou complexas, como o planejamento de ações futuras, a resolução de problemas, a tomada de decisões, a prática de ações perigosas ou tecnicamente difíceis e a manipulação de um novo estímulo que exige superação de resposta habitual forte.

Estes modelos e sistemas de avaliação são detalhados no primeiro capítulo. O segundo trata das condições clínicas e neuropsiquiátricas na infância e adolescência. No terceiro os autores abordam a neuropsicologia das dificuldades de aprendizagem, e o quarto relaciona o tema às intervenções do desenvolvimento.

Os autores são da área da psicologia, com formação também em outras áreas que se complementam no estudo sobre formação e desenvolvimento de crianças. Jerusa Fumagalli de Salles é fonoaudióloga, Mestre e Doutora em Psicologia pela UFRGS e atual professora da instituição. Vitor Geraldi Haase é psicólogo, doutor em Psicologia Médica e professor na UFMG. Já Leandro F. Malloy-Diniz é neuropsicólogo, Doutor em Farmacologia Bioquímica e Molecular pela UFMG e foi presidente da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia.

neuropsicologia-desenvolvimento

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.