Reflexões

Movember Azul

0

Assim como temos no Outubro Rosa um mês inteiro dedicado à conscientização sobre a saúde da mulher e à prevenção do câncer de mama, estamos agora no Novembro Azul. A campanha tem por objetivo promover a importância do diagnóstico precoce no combate ao câncer de próstata, doença que poderá matar cerca de 12 mil homens apenas no Brasil em 2014, devido, principalmente, à sua descoberta apenas em estágios avançados. O diagnóstico feito por meio de exames preventivos, na fase inicial da doença, é responsável por cerca de 80% dos casos de cura. 

O símbolo da campanha é um bigode azul, cuja inspiração é o movimento chamado Movember (união das palavras moustache e november em inglês, ou seja, bigode e novembro), originado na Austrália. A ideia era que os homens cultivassem bigodões durante esse mês, com o intento de chamar a atenção para o câncer de próstata e outras questões sobre a saúde masculina, bem como arrecadar fundos para a instituição de caridade Movember Foundation. Daí para o marcante bigode azul que, hoje, identifica a campanha em todo o mundo, foi um pulo. Afinal, todos queremos ajudar, mesmo os que não possuem pelinhos embaixo do nariz. 

Para promover a campanha vale de tudo. Em 2012, um adorável Big Ben de bigodão azul chamou a atenção do mundo inteiro.  


Mas não é uma simpatia?
[FONTE: Daily Mail]

Outras construções e objetos inanimados também se empolgaram e deixaram bigodes crescerem para novembro. Esse ano, a tradicional alfaiataria Lugets, na Inglaterra, localizada em um prédio histórico de Exeter, já cultivou o seu. 


Ah! A boa e velha elegância tradicional representada em um belo bigode.
[FONTE: Express & Echo]

Nas últimas edições, já tivemos ônibus, aviões e até mesmo um campo aberto ostentando seus bigodes. A expectativa para esse ano, portanto, é grande.


Impondo respeito no trânsito dinamarquês.
[FONTE:
 Street Marketing]


E nos ares também, por que não?
[FONTE: Street Marketing]


Por via das dúvidas, que o símbolo da conscientização também possa ser visto do espaço. 
[FONTE: Street Marketing]

No Brasil, o movimento é mais conhecido pelo nome em português, Novembro Azul, mas a inspiração no bigode permanece. A campanha Meu Bigode Azul está incentivando blogueiros e internautas e participarem da arrecadação de fundos doando posts e utilizando o símbolo do movimento em seus avatares. É também tradicional no país a iluminação de prédios públicos e monumentos com a cor azul (como ocorre com o rosa em outubro), o que acaba se tornando não apenas uma lembrança sobre a prevenção da doença, mas uma bela homenagem aos que lutam contra ela.


O Congresso Nacional já está ostentando uma belíssima iluminação azul. 
[FONTE: UOL]


Bem como o Palácio Itamaraty.
[FONTE: Agência Brasil]


No ano passado, foi a vez do Cristo Redentor se iluminar com a cor azul.
[FONTE: Oncovitae]

Na página do Facebook da campanha do Instituto Lado a Lado pela Vida são divulgados diversos eventos esportivos, como caminhadas e jogos de futebol, e ações da campanha Novembro Azul em território nacional. É bastante comum que a divulgação de campanhas preventivas perpasse o tema do esporte, por ser um representante máximo da boa saúde. Nos Estados Unidos, por exemplo, no dia 29 de novembro irá ocorrer a grande Moustache Run, corrida beneficente que repassará a verba arrecadada para instituições que realizam pesquisas sobre o câncer de próstata. 

Por fim, em mais uma ação bem humorada, os músicos Jesse Hawkins (da banda In the Wilderness) e Richard Annet pegaram carona no sucesso da trilha sonora Let it Go, da animação Frozen, da Disney, e lançaram uma paródia. O novo hit Let it Grow (Deixe crescer), incentiva os homens a deixarem seus pelos faciais crescerem livres e formarem belos bigodes, tudo pela conscientização sobre o câncer de próstata.

As ações são divertidas, mas o tema é muito sério. O preconceito e a falta de informação, muitas vezes, fazem dos homens vítimas fatais do câncer de próstata. Informe-se e conscientize amigos e familiares: a vida vem sempre em primeiro lugar. E let it grow! 😉  

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.