Cases

Por que optar pelo Grupo A como parceiro em soluções educacionais?

0
Turma de alunos estudando com computadores e soluções do Grupo A
Foto: Shutterstock

Na hora de abrir, remodelar ou expandir cursos de educação a distância, as IES têm duas opções. Ou encaram o desafio de fazer isso sozinhas ou procuram parceiros no mercado educacional para desenvolver o seu conteúdo EAD. Como por exemplo, o Grupo A.

Outras metas e ações decisivas podem incluir avaliação contínua dos alunos, capacitação de professores, melhorar a nota no Enade. Além de monitorar a concorrência e adotar métodos de ensino inovadores. As possibilidades são tantas em busca de integração entre os serviços e plataformas, que a saída de muitas universidades é optar por um fornecedor único como o Grupo A.

A seguir, confira e experiência de duas instituições e saiba como elas aproveitaram a vantagem de optar pela solução completa para o ensino superior do Grupo A.

Grupo Ser Educacional: preço, qualidade e suporte

A Ser Educacional é o maior grupo educacional das regiões Norte e Nordeste do Brasil. Sob seu guarda-chuva estão instituições de ensino superior como Uninassau, Unama, Uninorte e UNG.

Entre EAD e presencial, a Ser Educacional encerrou o terceiro trimestre de 2019 com 161,8 mil alunos em sua base. Primeiramente, para atender um grande grupo como a Ser, é necessário uma empresa que preze por excelência.

Segundo o diretor corporativo de EAD do grupo Ser Educacional, Enzo Moreira, o preço, a qualidade, o suporte acadêmico e tecnológico do Grupo A foi o que levou a IES a optar pela empresa como parceiro em diversas frentes.

Hoje, os resultados da Ser Educacional reforçam que a decisão tomada quatro anos atrás foi acertada. Em resumo, Enzo Moreira cita a capacitação de professores em metodologias ativas e o conteúdo flexível adaptável ao plano de ensino de cada disciplina como vantagens.

A sofisticação do conteúdo e das trilhas de aprendizagem com games, animações, videoaulas interativas e exercícios lúdicos, também foram diferenciais. Dessa maneira, garantiram a consolidação do princípio empresarial de maior destaque na IES: a satisfação de alunos e professores.

Unilavras: tecnologia, inteligência de mercado e reputação da marca

As IES de pequeno ou médio porte também podem ser beneficiadas com um só fornecedor. Afinal, é difícil adotar práticas de gestão ou estruturas de custos iguais aos de grandes grupos.

Para ser competitiva nesse cenário, a Unilavras, sediada no interior de Minas Gerais, transformou seu posicionamento no setor com a ajuda do Grupo A. Fez isso quando passou a apostar com vigor em soluções tecnológicas, inteligência de mercado e na reputação da marca.

Apoio estratégico e um modelo de gestão da aprendizagem com acompanhamento de performance docente e discente fazem parte desse trabalho. “Quando você sincroniza esforços e coloca essa orientação como propósito institucional, as coisas acontecem”, diz a reitora da Unilavras, Christiane Amaral Lunkes Argenta.

Por fim, desde que começou a usar as soluções do Grupo A, em 2016, a instituição viu sua presença regional ganhar musculatura. Em apenas dois anos, o market share local da IES chegou a 39%. Dessa forma, conquistando uma fatia de mercado antes dominada por concorrentes como Unopar, Anhanguera e Uninter.

Foram dados e relatórios guiam a gestão da Unilavras. Leia clicando aqui a experiência da IES com o sistema avaliativo AvaliA.

Natália Collor
Natália é Jornalista e atua na Inteligência de Mercado do Grupo A

    You may also like

    Comments

    Leave a reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.