Papo de editor

… e o mundo girou para o nosso lado

0

papo de editor

Por Arysinha Affonso*

Se tem algo que aprendi nos meus anos como editora do Grupo A é que o mundo é redondo. Isso é óbvio, mas estou falando do sentido mais amplo que essa constatação pode adquirir. No decorrer da vida profissional (e também, pessoal, lógico) há muitas oportunidades de realmente “sentir” essa verdade. Estou falando de conquistas que almejamos um dia e não conseguimos alcançar, mas, com o tempo, acabam “voltando” para nós.

Na Bookman Editora, hoje uma vigorosa adolescente com um catálogo repleto de autores estrelados em áreas das ciências exatas, tivemos algumas experiências desse gênero. “Ah, como seria bom ter esse autor no Brasil. E aquele livro, tentamos e não conseguimos, que pena!”.

Seria capaz de lembrar várias histórias, algumas de insucesso, outras de melhor sorte. Mas fico com uma das tantas em que nossa aposta revelou-se acertada. A caixa de quatro volumes da edição definitiva do Lições de Física, de Richard Feynman. É uma edição comemorativa aos 100 anos da teoria da relatividade, base da física moderna. Embora não seja livro-texto, os leitores souberam reconhecer o valor da iniciativa da editora em traduzir para o português as famosas aulas de Feynman no Instituto Politécnico da Califórnia nos anos de 1962 e 1963. Além das boas vendas, traz grande satisfação para os editores ouvir de professores, alunos e amantes da ciência em geral que essa é uma obra imprescindível e publicada com esmero também no Brasil.

richard feynman
Feyman, o galã da Bookman.

Pois bem, essa é uma sensação parecida com a que tivemos aqui quando chegaram os três primeiros livros da nossa série A. São livros introdutórios de marketing, sistemas de informação e administração que chegam com a ambição de sacudir o padrão dos livros da área: totalmente coloridos, com muitas fotos, boxes, gráficos e ilustrações, têm apelo visual e de conteúdo suficiente para atrair os estudantes de hoje, tão demandados e absorvidos pelos apelos diários que vêm do trabalho, dos estudos, dos amigos, da família, das mídias sociais, da Internet. Estamos apostando tudo nesses três lançamentos e em mais três que devem chegar no segundo semestre e serão dedicados a propaganda, finanças e comportamento organizacional.

serie a

E onde entra a certeza de um mundo redondo nessa história toda? Essa série era nosso sonho de consumo desde que foi lançada pela editora americana, a McGraw-Hill. Foi amor à primeira vista. Só que ela tinha dono. Era da McGraw-Hill, que naquele momento tinha sua própria editora no Brasil e seria o veículo natural para a publicação das obras. Pois não é que logo depois do lançamento da série nos Estados Unidos, o Grupo A acabou se associando à editora americana! Como consequência dessa parceria, ganhamos o direito de publicar grandes autores, grandes obras e, entre elas, a série A.

Ainda bem que o mundo girou para o lado certo.

*Arysinha é gerente editorial do catálogo de Ciências Exatas, Sociais e Aplicadas do Grupo A.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.