Sobre livros

Diga-me como é o seu escritório que te direi quem és

4

O quanto o modo como você organiza seus objetos no trabalho diz sobre a sua personalidade? Você está mais para o bagunceiro que se perde quando alguém arruma seus papéis ou para o metódico perfeccionista, que guarda um paninho com álcool para tirar o pó do computador dia sim, dia não? Será que essas características influenciam o modo como você se comporta no dia a dia e a maneira como os outros o enxergam?


O que a mesa de uma editora fala sobre sua personalidade?

Pois um estudo recente publicado no Journal of Counseling Psychology, conduzido pelos professores norte-americanos Jask Nasar e Ann Sloan Devlin, provou que, pelo menos quando se trata de psicólogos e psiquiatras, o aspecto geral do consultório importa sim – e muito. Pesquisas realizadas com 242 alunos de graduação revelaram que terapeutas com salas organizadas que continham toques pessoais, como almofadas e diplomas na parede, eram considerados melhores do que os profissionais menos atentos à arrumação dos seus pertences.

A análise foi feita com base em fotografias de 30 escritórios diferentes, pontuados pelos participantes com base em aspectos como espaço, limpeza e personalização. As salas alinhadas e aconchegantes receberam as notas mais altas; nesses locais, os participantes da pesquisa revelaram esperar um melhor atendimento e tratamento, e psicólogos mais qualificados.

O consultório de um profissional da saúde mental, portanto, pode determinar o sucesso ou o fracasso de uma carreira. Mas será que o mesmo padrão de limpeza e organização vale para outras profissões? Difícil imaginar a mesa de uma editora sem milhares de papéis, uma trincheira de livros, xícaras de café, lápis e canetas; será que nesse caso a arrumação em excesso não contaria contra o profissional?

O que o seu local de trabalho revela sobre você?

Quer aprofundar seus conhecimentos em psicologia? Confira nosso catálogo completo na área.
Assine nosso RSS e receba as atualizações do BlogA no leitor de sua preferência.

You may also like

4 Comments

  1. … Familiar esta mesa, não?! …… .. .. …

  2. Quando entrei na editora, minha mesa era conhecida por "ninho de rato". Minha desculpa era a de que pessoas criativas são naturalmente bagunceiras e desorganizadas (aham!). Hoje em dia tomei vergonha na cara e mantenho tudo bem organizadinho, hahaha!

  3. Essa mesa traz a sensação de conhecimento, mesmo com a bagunça, hehehehehehe!

    Gostei da matéria! Interessou-me, principalmente, porque minha mesa de casa não é nada organizada! (vergonha!) 🙂

    Beijos!

  4. nossa, de quem será essa mesa, nééééééam?
    🙂

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.