Sem categoria

Como funciona a terapia cognitivo-comportamental infantil?

0

O campo da psicologia é um dos mais amplos das áreas do conhecimento. Afinal, a nossa mente trabalha de forma completamente única para cada indivíduo e, nos últimos anos, os problemas ligados à saúde mental têm crescido exponencialmente. Nesse cenário, as crianças também são, infelizmente, muito afetadas. Assim, pode se tornar necessária a atuação da terapia cognitivo-comportamental infantil.

Embora existam muitas modalidades de terapias, cada uma com a sua especificidade e funções bem diferentes, a terapia cognitivo-comportamental é uma das melhores alternativas para lidar com os pequenos, auxiliando-os a superar os problemas que rondam suas vidas no âmbito mental e emocional.

Não sabe muito bem o que é esse tipo de terapia, mas gostaria de conhecer melhor o assunto? Não se preocupe! A seguir, discutiremos os principais aspectos dessa modalidade de terapia e mostraremos como ela funciona e como pode ser vantajosa para as crianças. Boa leitura!

O que é a terapia cognitivo-comportamental infantil?

Conhecida pela sigla TCC, a terapia cognitivo-comportamental é uma psicoterapia que tem o objetivo de realinhar os pensamentos do paciente a um estímulo positivo. Em outras palavras, ela trabalha com o equilíbrio mental, atuando de modo direto no comportamento das crianças que recebem o tratamento.

O autocontrole e a inteligência emocional são algumas das palavras-chave dessa terapia, que se baseia na regulação dos sentimentos e dos pensamentos que os pequenos têm. Isso pode ajudar a tratar problemas comuns, como a depressão, ansiedade, distúrbios gerais de comportamento e muitos outros transtornos mentais.

Quais são as diferenças desse tipo de terapia para a aplicada aos adultos?

A terapia cognitivo-comportamental também é muito utilizada entre adultos, idosos e pessoas de várias faixas etárias. Não há, de modo algum, qualquer tipo de restrição à aplicação dessa estratégia nos tratamentos psicológicos. No entanto, há diferenças entre as abordagens utilizadas em cada fase da vida dos pacientes.

Apesar de apresentar princípios básicos e pilares semelhantes para todos os pacientes, a TCC infantil trabalha com estratégias que são mais confortáveis para os pequenos, respeitando as suas particularidades. Por isso, as sessões são estruturadas e planejadas com elementos que façam sentido para a criançada, com técnicas adequadas para a faixa etária de cada criança.

Como escolher um bom profissional da área?

A escolha dependerá de uma série de fatores. O principal deles é, sem dúvida, a segurança. Por isso, bata um papo aberto com o terapeuta e tire as suas principais dúvidas sobre a abordagem utilizada. Um bom profissional é aquele que escuta e responde às perguntas, deixando os responsáveis pela criança tão confortáveis com a situação quanto o próprio paciente.

Além disso, é sempre importante saber sobre o assunto antes de sair à busca do profissional ideal. Por isso, recomendamos a leitura de livros sobre o tema, para que você já possa conhecer o assunto antes mesmo de entrar em contato com o psicólogo de seu filho. Confira uma lista de títulos imperdíveis!

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a terapia cognitivo-comportamental infantil? Como podemos ver, utilizá-la é uma ótima estratégia para a busca do equilíbrio mental de nossas crianças. Por isso, busque, sempre que necessário, um profissional qualificado para auxiliá-lo a cuidar da mente e do corpo de seu filho!

Para que seus amigos que convivem com crianças na família também saibam mais sobre a terapia cognitivo-comportamental aplicada à saúde mental infantil, compartilhe este artigo em suas redes sociais e aumente a visibilidade desse tema tão importante para todos nós!

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.