Sobre livros

Para que serve a avaliação neuropsicológica? Entenda mais aqui!

0

Você já ouviu falar sobre avaliação neuropsicológica? Esse exame, aplicado no segmento da psicologia e realizado por profissionais especializados em neuropsicologia, auxilia no diagnóstico e na definição do melhor tratamento para transtornos de alteração cognitiva e comportamental

Está interessado em seguir carreira na área? Neste post, vamos falar um pouco mais sobre esse teste e sua importância para a saúde e a qualidade de vida dos pacientes. Acompanhe!

O que é avaliação neuropsicológica? 

Também chamada de avaliação cognitiva, a avaliação neuropsicológica é um método diagnóstico criado para analisar o funcionamento cognitivo de uma pessoa, relacionando-o ao seu comportamento.

Essa técnica apresenta resultados valiosos que, na maioria das vezes, passam despercebidos em outras metodologias e exames, por isso é utilizada para complementar exames radiológicos e neuroimagens. 

Por meio dela, é possível estudar o funcionamento e a atividade dos sistemas cognitivos, o que é importante para descobrir o nível de alteração intelectual de pessoas com danos cerebrais e outros transtornos.

Para que serve esse exame? 

A neuropsicologia estuda as relações entre os processos cognitivos e o comportamento. Assim, por meio desse exame, é possível fazer um diagnóstico e elaborar estratégias de intervenção para melhorar a vida do paciente

Com essa avaliação, é possível obter um perfil neuropsicológico e cognitivo que auxilia a descobrir e tratar diversos transtornos ou doenças, como: 

  • Demência;
  • Alzheimer;
  • Deficiência Intelectual;
  • Transtornos da Aprendizagem;
  • Deficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH);
  • Traumatismo Cranioencefálico;
  • Tumor Cerebral;
  • Acidente Vascular Cerebral;
  • Epilepsia; 
  • Transtornos psiquiátricos.

Como ela é feita?

A avaliação neuropsicológica é feita por meio de testagens, entrevistas e técnicas específicas de observação do paciente, para compreender seu humor e personalidade. 

Entre outros instrumentos que podem ser utilizados nessa estratégia estão jogos lúdicos, análise do relato espontâneo, preenchimento de questionários, escuta da família e até da escola, quando se trata de uma criança.

O processo é realizado em até 10 encontros, o que depende de cada caso. No final, o psicólogo analisa e organiza todos os dados coletados e elabora um relatório que é encaminhado ao profissional solicitante. 

O que é necessário para se tornar um neuropsicólogo?

No Brasil, a neuropsicologia é reconhecida como especialidade pelo Conselho Federal de Psicologia, por meio da resolução 002/2004. Se você está interessado em seguir carreira no ramo, é preciso buscar por uma especialização credenciada ao Ministério da Educação

Somente profissionais especializados em neuropsicologia podem atuar na área e, por isso, é preciso investir em uma formação teórico-prática para aprender o necessário a fim de cumprir os compromissos éticos, técnicos e sociais da função.

Além de dominar a metodologia e as ferramentas neuropsicológicas disponíveis, o profissional deve desenvolver uma relação entre os resultados obtidos e o quadro clínico dos pacientes, para que a intervenção seja eficaz e seus relatos impactem positivamente suas vidas. 

A avaliação neuropsicológica é fundamental para fechar um diagnóstico e definir o melhor tratamento para casos de TDAH, Alzheimer, Demência e outros transtornos. Trabalhando na área, você vai ajudar essas pessoas a superar dificuldades e ter uma vida melhor. Comece a estudar hoje mesmo para expandir os seus conhecimentos sobre o tema!

Achou este post interessante? Compartilhe nas redes sociais para que todos os seus amigos também descubram mais sobre a avaliação neuropsicológica. Até a próxima!

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.