Sobre livros

5 dicas para tomar (boas) decisões

0

Nós amamos quando chovem opções de escolha a nossa volta, né? Seja no trabalho, no relacionamento ou em qualquer outra área da vida.

Mas nem sempre isso é uma coisa boa – principalmente quando são todas muito tentadoras. Às vezes, diante de uma variedade grande de caminhos a seguir, temos dificuldade para escolher e acabamos não indo a lugar algum.

Via Blog Inexplicável

Barry Schwartz, psicólogo americano, dedicou grande parte dos seus estudos para analisar a capacidade humana de decidir em meio a muitas alternativas.

Segundo ele, há 5 passos que podem ajudá-lo a tomar a escolha certa rapidamente. São eles:

1. Aceite as restrições da sua liberdade ou deixe de lado sem remorso.
Várias pesquisas mostram que as pessoas preferem ter autonomia no trabalho do que ganhar muito dinheiro. Algumas escolhas reprimem o profissional em prol de salários altos, mas acabam o deixando infeliz. Opte pela liberdade. Se não puder – por questões financeiras ou outra razão plausível –, conforme-se e prepare-se para encarar as restrições!

2. Em vez de procurar o melhor, procure o que é suficientemente bom.
Você não precisa ter o melhor emprego do mundo – até porque ele pode exigir mais do que você pode cumprir. Basta satisfazer suas metas e ir até onde consegue. Não adianta topar fazer um voo alto sem asas fortes para aguentá-lo. 😉

Via Br Blog

3. Não cultive grandes expectativas sobre o resultado.
Ser otimista é bom, mas você não deve depositar toda a esperança do mundo em seus projetos. Expectativas muito elevadas acabam gerando frustrações maiores ainda!

4. Opte por decisões que sejam irreversíveis.
Diante de uma série de oportunidades, às vezes, você opta por deixá-las todas em aberto. Mas isso faz com que você não se jogue verdadeiramente em nenhuma delas! Não fique na corda bamba! A possibilidade de mudança atrai o ser humano e o confunde. Por isso, tomar decisões em que você não pode voltar atrás é uma boa pedida – até porque, segundo a pesquisa de Schwartz, as pessoas se conformam mais rápido com situações imutáveis e, a partir disso, fica mais fácil alcançar a felicidade. (:

Via Flickr

5. Não preste atenção no que os outros fazem/dizem.
As pessoas são diferentes entre si. Não adianta você comparar sua vida às alheias, muito pelo contrário – isso pode reduzir a sua felicidade. E também é muito fácil dar pitaco quando não se está sentindo na pele, né?

“Quando há muitas opções, você passa a ser responsável pelo que acontece você”, afirma Barry Schwartz.

Estar ciente de que tudo está em suas mãos pode ser estressante. Por isso, siga essas dicas para ser mais decidido – e feliz – em seus projetos de vida! 🙂

Quer deixar a procrastinação de lado e aprender a decidir com veemência? O livro Decisão!: Como Líderes Vencedores Fazem Escolhas Certas, de Noel Tichy e Warren Bennis, aborda o tema não só pela perspectiva individual, mas sim considerando todo contexto global.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.